“A dustland fairytale beginning…”

Olá gente! Hoje é celebrado o dia dos mortos e por isso resolvi falar sobre o meu TCC da faculdade que foi inspirado nessa data comemorativa. Fiz um trabalho gigantesco e super detalhado explicando exatamente como começou essa história do dia dos finados, então vou contar um pouquinho para vocês. Afinal, o que é o dia dos mortos? É quando as pessoas se reúnem para celebrar a vida de alguém que já faleceu. Amigos e parentes se juntam para festejar e lembrar as coisas boas de pessoas queridas que morreram. O dia dos finados vai além das caras pintadas de caveira e coroa de flores, é um evento feliz! Em várias partes do mundo, principalmente no México, as comemorações desse dia são muito semelhantes a festas de aniversário. Tem comida, bebida, música, doces, principalmente as caveirinhas de açúcar e a tequila. Tudo começou com os povos astecas, eles tinham deuses e rituais semelhantes ao do dia dos mortos. Com o tempo a festa foi se popularizando e hoje é celebrada em varias partes do mundo de maneiras diferentes.

Porque eu escolhi fazer um TCC de moda baseado nisso tudo? Na minha faculdade, tive que criar uma marca, uma identidade e toda uma coleção. Eu quis fazer algo bem diferente, e depois de pesquisar tanto, me identifiquei muito com o famoso dia de los muertos. Justamente por ser uma coisa triste, que é a morte, é transformada em algo feliz, que da origem à festa. A partir daí me inspirei nisso, transformar o obscuro em alegria, por isso na minha cartela de cores usei apenas tons de cinza (representando o “ruim”) e tons de rosa (representando o “bom”) e o resultado foi esse:

1tcc

2tcc

3tcc

4tcc

5tcc

8tcc

9tcc

10tcc

A minha proposta foi criar algo jovem, bem descontraído e nada literal. Como vocês já sabem, sempre me inspiro em música, e com o meu TCC não podia ser diferente. O nome da coleção veio de uma música do The Killers, que é uma das minhas bandas favoritas. A letra foi uma homenagem do vocalista Brandon Flowers para sua mãe que faleceu. É claro que existem várias interpretações para esse single, mas eu achei que se encaixou perfeitamente no contesto do meu projeto, e por isso é a múisca que indico para vocês nesse domingo. Enjoy!

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *