SEJA BEM VINDO 2017!

Querido 2016,

Obrigada por ter me ensinado tanto. Obvio, estamos sempre aprendendo mas parece que eu refleti mais no ano que passou, talvez procurei entender mais, sei lá. Li muito sobre uns assuntos que não estavam nos trending topics como astrologia, comportamento, tendência, movimentos e a energia das pessoas e do universo.

Sabe quando tudo faz sentido? É estanho, mas amei descobri que sou 120% taurina, que o universo tem uma energia bizarra e se você começar a ligar os pontos, fica mais fácil de aceitar e entender as coisas da vida. 2016 foi o final de um ciclo, um ano de encerramento, e não tem como negar isso. Não só por conta do término da Angelina e do Brad, e várias pessoas na internet (inclusive eu!), mas sabe quando você encerra uma fase? Foi isso que eu senti. O blog mesmo passou por uns picos absurdos onde eu consegui ganhar dinheiro fruto dele, e também tive uma pausa eterna de conteúdos novos. Isso me fez tanta falta e não sei como aconteceu, mas só deixei acontecer. As vezes nós precisamos de um tempo para conseguir continuar e seguir em frente.

Aprendi que melhores amigos não são para sempre e as vezes nem são os melhores desde o começo. Aprendi que tudo bem você não querer mais alguém por perto e que as vezes é até melhor, não só para você mas para a outra pessoa também. Aprendi que existe uma linha tênue que distingue uma super amizade de uma amizade tóxica. Nada pode ser forçado ou extremo porque simplesmente não funciona. Aprendi que não tem problema em terminar um relacionamento perfeito só para ir atrás daquele que você sempre quis, mesmo sem saber como ou o que vai acontecer. Doido né? Parece errado, mas o errado é você não viver por medo de errar ou viver com medo de ser criticado.

Aprendi também que você só vive bem se existir um equilíbrio. Tudo tem que ser recíproco, além de equilibrado. É horrível quando só um lado é forte; te da dor de cabeça, te cansa e perde a graça. Isso em todas as áreas: amizades, família, trabalho, tudo!  Se não, voltamos à aquela história dos extremos e nada funciona. Aceitei que tudo bem eu ser do meu jeito, e tudo bem não ter que me abrir ou me explicar para todo mundo, mas nem por isso preciso me isolar. Pelo contrário, preciso estar mais atenta e antenada em tudo, ainda mais pela profissão que eu escolhi. Resolvi começar o ano com esse post e dizer que estou muito animada para continuar com o Urban Dress Code!

 Feliz 2017!

img_20170107_142309

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *