KIPLING: LANÇAMENTO COLEÇÃO ESSENTIALS

Hoje eu fui conhecer a nova coleção da Kipling em um brunch super delicioso. A linha titulada de Essentials resgata o DNA da marca sob uma proposta vintage, e eu particularmente adorei o resultado.

A Kipling sempre foi uma marca importante para mim, esteve presente em toda minha vida escolar. Minha mãe comprava diversas bolsas e estojos da Kipling para mim e meus irmãos. São peças que temos até hoje e que continuam parecendo novas. (Aliás, quem me acompanha nos stories sempre vê minha mochila rosa da Kipling me acompanhando para todo canto!) A qualidade da Kipling é indiscutível e a bolsas são maravilhosas. Fiquei muito contente de receber esse convite de uma marca que sempre fez parte da minha vida.

A COLEÇÃO KIPLING ESSENTIALS:
A marca belga sempre aposta em criações modernas e ao mesmo tempo mantendo a identidade super icônica da Kipling. A linha Essentials foi inspirada nos modelos clássicos e na estética dos anos 90. Detalhes como o logotipo redondo (aquele que a gente pintava de branquinho na escola) e o ziper são destaques das bolsas dessa coleção. A cartela de cores é super moderna e ao mesmo tempo básica, vai com tudo, sabe? São cores como: vermelho, azul navy, nude bege e preto. Eu adorei a versatilidade nos modelos. Temos um colorblock de preto e também tem peças bicolors, ou seja, para todos os gostos!

Todos esses modelos já estão disponíveis nas lojas, assim como os sapatos! Pois é, a marca tem uma linha de sapatos que combina com as bolsas. São super confortáveis e com um visual básico super lindo! Assim como as bolsas, os sapatos tem um detalhe de “ziper” em volta da sola. Eu achei uma graça isso. Você pode conferir mais no site da marca clicando aqui!

E para finalizar esse post, vim desvendar o mistério que me intrigou a vida toda: “De onde vem o nome dos macaquinhos da Kipling?” Fiquei tão feliz quando descobri que são os nomes dos funcionários da marca. De todos os setores e todos os cantos do mundo. Que ideia genial, né?

Obrigada Kipling e Press Pass por esse evento maravilhoso, adorei conhecer um pouco mais sobre essa marca querida!

Continue Reading

SHOW DO GORILLAZ EM SP

“Nossa Jess, você não cansa de ir em tantos shows?” “NÃO!” Aliás, manda mais que tá pouco! Hahaha. Pois é, nem se passou uma semana do Lollapalooza e já engatei outra aventura musical. Sexta feira tive a oportunidade de curtir um show incrível de uma banda que eu jamais imaginei ver.

Para quem não sabe, o Gorillaz surgiu no finalzinho dos anos 90, e no começo do anos 2000 explodiram com o seu som único e a ideia brilhante de ser uma banda cartoon. O vocalista do Blur, Damon Albarn, criou o grupo em parceria com o Jamie Hewlett, que é responsável pelos personagens. Eu me lembro quando assistia os clipes na TV e achava muito legal ver uma banda de desenho fazendo um som de “adulto”. Ano passado eles lançaram o álbum Humanz que conta com a participação de diversos artistas. Com esse lançamento, o Gorillaz iniciou uma turnê com direito a parada em São Paulo.

Esse show foi cheio de surpresas. Começando com a própria vinda deles que eu achava muito improvável de acontecer. Assim que surgiu a noticia fui correndo comprar meu ingresso, e foi pista comum.  Literalmente no último minuto antes do show tive a surpresa de conseguir ingressos para a pista premium! E ao chegar no Jockey Club, me deparei com a barraquinha de Heineken, que é a minha cerveja favorita! (Hey Heinken, patrocine mais shows, please!) E por fim, o espetáculo que foi o Gorillaz ao vivo. Com certeza um dos melhores shows que eu fui na vida. Instrumentalmente impecável e com várias participações especiais. Show hiper animadão do começo ao fim.

Engraçado que muita gente acha que por ser uma banda cartoon o show não passa de um telão de cinema. Tem sim toda parte da ilustração que é surreal. Mas obviamente a banda está lá e eles são demais! Adorei essa experiência e espero poder ver mais shows deles.

Sobre o meu look, me inspirei nessa vibe dos começo dos anos 2000. Usei a calça da Adidas masculina, uma bandana na cabeça (estilo Christina Aguilera), e uma cropped do ACDC com um nózinho atrás, que ganhei da marca Rocket Camisetas. (Fica aí a dica para quem curte t-shirt de banda!)

Continue Reading

TUDO SOBRE O LOLLAPALOOZA 2018

Mais um ano de Lollapalooza! Desde 2012 fui em todas as edições e não me canso desse evento! Eu sabia que seria puxado: três dias de festival em um espaço gigantesco como o Autódromo. Mas não esperava pelo Onix Day! Para minha surpresa acabei indo para lá quatro dias seguidos! É mole? Agora que estou quase 100% recuperada, vim dar meu feedback para vocês.

ONIX DAY
Obrigada Mãe, pelo meu carrinho lindo que depois de cinco anos pagando IPVA se tornou um vale show! 🙂 Pois é, a Chevrolet fez uma super promoção para donos de Onix, onde você conseguia levar três acompanhantes para curtir algumas atrações do festival. O processo de retirada de ingresso foi muito simples e valeu super a pena! Apesar da chuva no dia, foi maravilhoso. O único problema foi que eu perdi o show do Wiz Khalifa. Cheguei a tempo de ver o Liam mas perdi o rapper. Foi um ótimo esquenta para o Lollapalooza!

PRIMEIRO DIA
No primeiro dia oficial, consegui ver vários shows diferentes! Peguei o finalzinho da Mallu Magalhães que foi muito querida com o publico. Depois assisti o Volbeat, uma banda norueguesa de metal que surpreendeu à todos! Presença de palco contagiante e um som impecável! Depois foi a hora de ver Royal Blood, o rock dos ingleses foi bastante animado também. O highlight do dia para mim, com certeza, foi Chance The Rapper. Um show que eu não esperava NADA e me emocionou. O cara é muito talentoso e sabe fazer um show que deixa todo mundo pulando! E é claro que quem encerrou o dia foi o Red Hot Chilli Peppers. O Anthony Keidis deu uma bela desafinada, mas mesmo assim o show foi muito bom!

SEGUNDO DIA
Cheguei à tempo de ver o show do Mac Miller, o boy da Ariana Grande (tem post sobre o show dela também). Foi um show bem animado e diferente, gostei bastante! Logo em seguida fui ver The National. Eu não conhecia muito o som deles mas é aquele show que você precisa ver, sabe? Os caras estão sempre no topo das paradas da Billboard. E em seguida esperei para ver Pearl Jam. Claro que a apresentação foi incrível, eles nunca decepcionam os brasileiros.

TERCEIRO DIA
Com certeza foi o melhor dia! O evento começou com Miky Chance animando todo mundo! Depois fui ver Metronomy, a banda arrasou muito e também foram mega simpáticos. Em seguida fui ver Tropkillaz, não esperava e foi com certeza um dos melhores shows do festival! Consegui ver o começo do show do Khalid mas depois fui correndo para o palco do Liam Gallagher. O espaço estava muito cheio então não deu para ver todos os shows. Apesar de sua fama de “marrento”, o Liam foi extremamente fofo (nas duas apresentações) e não deixou a desejar! E para encerrar o melhor de todos os shows: The Killers! Emocionante, agitado, feliz e cheio de surpresas! Não tem como descrever a experiência de assistir essa banda. Hit atrás de hit, e uma performance impecável. Já quero The Killers de volta no Brasil!

Além de todos esses espetáculos, a organização do festival me surpreendeu muito. No ano passado foi bem difícil encarar as filas dos bares e era quase impossível conseguir consumir algumas coisa. Já esse ano, tinha mais bares e muitas pessoas vendendo comidinhas e drinks no meio da pista. Os banheiros estavam por toda parte e não passei por perrengue em fila em nenhum momento. Gostaria só de ter um controle mais objetivo e seguro sobre o consumo das pulseiras. Alguns pontos estavam cobrando valores indevidos e isso me preocupou bastante.

Obrigada Press Pass, Renner e Rocket Camisetas pela parceria nesse festival! E vocês, o que acharam?

Continue Reading