COMO CURTIR UMA VIAGEM: ORLANDO/DISNEY

Eu nunca fiz uma super viagem, por isso resolvi entrevistar alguns amigos e perguntar sobre as experiências deles para me ajudar a escolher um destino e realizar o meu sonho de fazer uma viagem vibes! Esse quadro novo do blog não é só para mim, mas é para te ajudar também. Se por acaso você já fez alguma viagem e quer me contar mais sobre ela, é só me mandar um email para: jessicascovoli@gmail.com. 😉

Para começar 2018 ainda em clima de férias, nada mais legal do que a viagem da minha amiga Simone!

15780691_1225124167573280_3816562404890437154_n

1. Qual destino você escolheu?
Orlando, Disney.

2. Por quanto tempo ficou viajando?
15 dias.

3. Por que você foi para lá?
Porque era meu sonho conhecer os parques de Orlando e a Disney, claro. Como meu namorado ficava falando como eram os parques, eu fiquei com mais vontade ainda e então fechamos a viagem juntos!

4. Como era seu dia a dia/ sua rotina durante a viagem?
No nosso primeiro dia, fomos ao mercado comprar coisas pra passarmos os dias. Como ficamos em um resort que tinha mini apartamentos, fazíamos nossa própria comida quando estávamos por lá. No segundo dia fomos às compras! Como levei pouquíssimas roupas, pra poder comprar e ter espaço na mala pra trazer de volta, aproveitei pra ir as compras e poder usar as coisas novas na viagem. Foi muito legal! Eu AMEI o estilo dos outlets americanos, e até lembro a primeira compra: um relógio dourado da Michael Kors que inclusive estava 50% off. Eu fui em dezembro e nessa época tem muitas promoções então consegui aproveitar muito e comprar muitas coisas legais que eu queria. Depois, começamos a fazer os parques: o primeiro que eu fui foi o Sea World, que foi um sonho! Não tenho palavras pra descrever o que eu senti lá ao ver as apresentações. Depois fizemos Disney, Epcot na virada do ano e por fim os parques da Universal, que foram os meus preferidos. Tiramos um dia de intervalo pra cada parque para ficar no hotel aproveitando ou para ficar conhecendo a cidade de Orlando, pois o roteiro dos parques é bem cansativo. Eu também conheci Miami e a Miami Beach que por sinal, eu amei!

5. O que você mais sentiu falta do Brasil?
A comida. Os americanos comem muito lanches e comidas pesadas e apimentadas. Inclusive o churrasco que conheci deles é bem peculiar, diferente do nosso! Eles assam hambúrguer e linguiça e comem com alguns acompanhamentos. Acho que o nosso churrasco iria fazer sucesso lá! Rs.

6. E o que você menos sentiu falta?
O patriotismo. É tão envolvente e tão lindo de ver o patriotismo dos americanos que você quer fazer parte disso! E da pra ver que eles têm muito orgulho de seu país. Coisa que é difícil ver no Brasil.

7. Como foi para sua família\amigos ficar esse tempo longe?
Ah, foi tranquilo porque não foi muito tempo. Na verdade meus pais ficaram com o coração na mão, pois essa seria minha primeira viagem internacional e minha primeira viagem de avião. E minhas amigas ficavam mais ansiosas que eu pesquisando várias dicas e me mandando! Essa fase pré viagem foi uma delícia! Queria muito que voltasse.

8. Já conhecia a língua do lugar? Como você fez pra se virar?
Eu já fiz curso de inglês há muito tempo, então eu sabia algumas coisas. Mas tive que improvisar bastante! Ao passar dos dias eu fui me acostumando e fui melhorando os meus “improvisos”. E acho que uma das experiências mais legais dessa viagem foi ter que falar outra língua e ter que “me virar” em algumas situações. Não é difícil se comunicar em Orlando porque tem muitos brasileiros, mas o legal é realmente se arriscar no inglês porque é uma oportunidade única. Eu tentei falar o menos possível português, mesmo sendo difícil! Inclusive passamos por uma situação engraçada em um restaurante em que falamos uma palavra errada e o pedido veio todo apimentado e a ideia não era essa kkkkkkk.

15871630_1233260890092941_7047341388353148650_n

9. Sobre alimentação e dieta, como foi: você comeu de tudo? Tinha muitas coisas diferentes?
Sim! Comi e bebi de tudo! Em todas as minhas viagens eu gosto de experimentar de tudo o que tem no lugar. O café da manhã deles é o café da manhã dos sonhos, tem de tudo! Donuts, panquecas e muuito bacon! <3 Eu comi a coxa de peru enorme na Universal e ela é muuuito boa! Você fica parecendo um viking comendo aquilo kkkk Tomei a cerveja do Harry Potter! E fiz questão de conhecer o Shake Shack hambúrguer que é uma dica que todas as blogueiras dão. E realmente é muito bom, mas eu senti muita falta de comida leve. As comidas dos americanos são todas muito pesadas e temperadas. Por isso, fizemos nossa própria comida alguns dias, até porque tinha dias que eu chegava no hotel querendo muito um arroz e um ovo! Rs. Como ficamos em um hotel que era tipo um apartamento, com cozinha, sala e quarto, conseguíamos fazer comida e lavar roupas. Foi ótimo porque fiquei duas semanas. Aliás, super indico o hotel que eu fiquei: WESTGATE LAKES RESORT & SPA.

10. Três dicas para quem quer fazer essa viagem:
Eu colocaria mil dicas aqui, mas o que eu mais indico é: não deixe de conhecer os parques! Principalmente os dois da Universal (faça em dois dias diferentes, são parques muito incríveis para conhecer em um dia só). Se programe e curta os meses antes da viagem! Juro, é a fase mais gostosa, que você espera pela viagem. Pesquise sobre os lugares, veja o que você tem vontade de conhecer/comprar. Eu fiz uma lista de desejos do que eu gostaria de conhecer e comprar, para conseguir administrar bem meu dinheiro. Fiz também uma pasta no Pinterest de looks, lugares, inspirações. Me arrependo de não ter assistido todos os filmes das atrações dos parques para poder imergir melhor nos brinquedos. É muito legal quando você entende cada detalhe do brinquedo. Quando for fazer compras, faça cadastro nos sites antes e imprima os vouchers de descontos para apresentar nas compras. Vale muito a pena! Faça uma lista de tudo o que você está levando para não esquecer de nada no hotel! Como eu sou esquecida, isso foi muito útil e me ajudou a não esquecer minhas coisas. E para economizar, no lugar de comprar passagens direto para Orlando, eu peguei um avião para Miami. Paguei mais barato e ainda tive oportunidade de conhecer Miami e Miami Beach, que vai ficar pra sempre guardada em minha memória. ÚLTIMA E MAIS IMPORTANTE: TIRE MUITAS FOTOS! TIRE FOTOS DE TUDO! Sempre que olho minhas fotos dessa viagem, é como se eu revivesse todos os momentos!

11. Quais apps foram indispensáveis na viagem?
Tradutor, apps dos parques, GPS, e o app da companhia aérea que você que irá viajar. Tire fotos de todos os documentos e as passagens e envie para seu email, para caso você perca seus documentos ou seu celular com as fotos, está registrado no email.

12. O que você achou da vida “noturna” comparado com o Brasil, e o que você fez a noite (bares, baladas)?
Não saí a noite, fiquei mais no hotel, que inclusive era maravilhoso.

13. Três lojas que você amou e queria no Brasil?
Eu amei a Tommy, tudo o que eu amo e preços ótimos! Vans, loja mara e preços ótimos também! E a Michael Kors, que foi a PRIMEIRA loja que eu entrei e comprei. Essas lojas tem no Brasil, mas lá elas têm um toque diferente, e preços MUITO diferentes também.

15871634_1227746953977668_348776461189308000_n

Tem mais alguma coisa que você queira dizer?
Gostaria de agradecer a Jess pela oportunidade! É uma honra escrever para seu blog, e poder compartilhar de algo que foi muito especial para mim! Foi muito bom relembrar e escrever sobre essa viagem, que inclusive, daqui exatamente um mês, faz um ano que eu estava pegando o avião para a Disney. Espero que gostem de saber sobre minhas experiências e espero que minhas dicas ajudem vocês.

Se você gostou dessa entrevista continue acompanhado a Si no Insta: @sii_maitan

Continue Reading

COMO CURTIR UMA VIAGEM: PORTUGAL

Eu nunca fiz uma super viagem, por isso resolvi entrevistar alguns amigos e perguntar sobre as experiências deles para me ajudar a escolher um destino e realizar o meu sonho de fazer uma viagem vibes! Esse quadro novo do blog não é só para mim, mas para te ajudar também. E se você já fez alguma viagem e quer me contar mais sobre, é só me mandar um email: jessicascovoli@gmail.com. 😉

A entrevista de hoje é com o meu super amigo de longa data, Fernando Levy que está curtindo muito Portugal!
1. Qual destino você escolheu?
O destino escolhido foi a Europa, Portugal com para em Lisboa.
2. Por quanto tempo ficou viajando aí?
Estou aqui em Lisboa têm 3 meses. Pretendo ficar dois anos ou mais.
unnamed
3. Por que você escolheu este lugar?
Optei por Lisboa por dois motivos: o primeiro, porque o mestrado que eu queria fazer existia aqui e o segundo, porque como meu curso é de longa duração, achei interessante ficar num país onde a língua mãe é próxima do Brasil. Isso me deixaria mais “próximo” de alguma maneira das minhas raízes.
4. Como é seu dia a dia/ sua rotina durante a viagem?
Nos dois primeiros meses estava apenas curtindo porque o ano letivo ainda não havia começado, então tudo era festa. Explorei Lisboa, a gastronomia, praias e cidades próximas, e como cheguei no final do verão aproveitei para curtir o movimento da cidade. Mas agora com as aulas iniciadas, o tempo está bem curto, minha rotina se divide aos estudos, livros e mais livros, e claro que uns drinks nos finais de semana. Rsrs…
5. O que você mais sente falta do Brasil?
Das pessoas, amigos que deixei e familiares. Nós brasileiros temos um calor inigualável, só vindo para fora para entender tudo isso. No quesito comida ainda acho cedo para sentir falta de algo, mas uma coisa eu digo… o brigadeiro daqui não chega aos pés do brigadeiro brasileiro.
O que eu mais sinto falta é do abraço da minha mãe, temos uma relação muito bonita, cheia de amizade e cumplicidade. Hoje com a internet isso tem ajudado muito, mas se sinto falta de algo, são dos abraços amorosos da minha mãe.
unnamed-1
7. Como foi para sua família/amigos ficar esse tempo longe?
Ainda estou vivendo essa experiência e como eu disse isso será uma longa jornada, tento não deixa a ansiedade falar mais alto e vivo um dia após o outro. Afinal de contas são 2 anos e só se passaram 3 meses.
8. Já conhecia a língua do lugar? Como você fez para se virar?
Quando eu vim para cá pensei, nossa que baba!! Ir para Europa e não ter que gastar meu inglês, afinal de contas aqui em Portugal se fala português. Engano meu dobrado: primeiro que o português deles (JESUS!!!) na primeira semana parceria que era hebraico, hahahaha… mas aos poucos fui entendo e entrando na língua “tas a perceber?” (que seria, “e aí entendeu?”) Hahahaha… o segundo é que sim, aqui não se gasta só o inglês como também o francês. Portugal é um país em alta na Europa e o fluxo de turista é constante. Então, sempre que estamos na rua em algum momento, surge a oportunidade de falar inglês.
9. Sobre alimentação e dieta, como foi: você comeu de tudo? Tem muitas coisas diferentes?
Nossa, minha alimentação saudável aqui foi pelo ralo… hahahaha… aqui tem os pastéis, bola de Berlim, pão de Deus, pão de chouriço, bacalhau a brasa… tantas coisas que não tem como não provar. Coisas diferentes e exóticas ainda não me deparei.
10. Três dicas para quem quer fazer essa viagem:
Se for para Portugal e parar em Lisboa, não deixe de conhecer o miradouro de Santa Catarina, se perder pelas ruas do bairro alto e passe um fim de tarde na praia de Cascais.
11. Quais apps são indispensáveis na viagem?
Google Maps, Zomato (descontos da gastronomia local) e o nosso querido Spotify!
12. O que você achou da vida “noturna” comparado com o Brasil, e o que você faz a noite (bares, baladas)?
Tem seu charme, mas as festas do Brasil são as festas do Brasil, não tem jeito. <3
13. Três lojas que você amou e queria no Brasil:
Não tem muitas lojas que sinto falta. Hoje o Brasil e principalmente São Paulo tem uma gama muito grande lojas, especialmente de moda. Mas o que eu queria que tivesse no Brasil são os brechós daqui, que você acha peças de grifes por 5 a 10 euros. Ser Vintage é super in! Hahahahaha
unnamed-2
Tem mais alguma coisa que você queira dizer? 
Tenho sim! Não passe a sua vida preso numa empresa ou esperando que as oportunidades caiam do céu, corra atrás dos seus sonhos e objetivos. Viajar é a melhor maneira de crescer, aprender, conhecer e ser uma pessoa totalmente diferente daquela que cruzou o oceano. A vida é muito curta para você não colecionar carimbos no seu passaporte e tatuar sua memória das aventuras que um turista passa e só ele sabe contar o que vivenciou. Viaje!!!
Se você gostou dessa entrevista continue acompanhado o Fe no Insta: @nando_levy
Continue Reading