OS MELHORES DOCUMENTÁRIOS DE MÚSICA NO NETFLIX

Ultimamente tenho assistido vários documentários no Netflix, e a maioria sobre músicos e suas carreiras. Alguns achei um pouco decepcionante, como por exemplo o da Beyoncé que esperava mais da história. Mas também assisti alguns que são geniais, e por isso vim recomendar aqui pra vocês!

Supersonic
O documentário que saiu em Outubro de 2016 conta a trajetória de uma das maiores bandas dos anos 90. Vemos desde o inicio do Oasis, como eles conquistaram a fama, ate a  briga final dos irmaos Gallenger. E na real, a briga nem é todo esse drama que vemos na mídia, e sim um relacionamento comum entre irmãos. Eles mostram cenas de backstage, entrevistas com a banda e vários shows ao redor do mundo. Com certeza um dos meus documentários favoritos.

It Might Get Loud
It Might Get Loud reúne 3 grandes músicos, sendo um dos deles um dos maiores guitarristas de todos os tempos para uma conversa no mínimo educativa. Jimmy Page, The Edge e Jack White, cada guitarrista representando uma geração em um documentário onde eles falam sobre suas experiências e influências na guitarra, o instrumento que simboliza o rock!

Kurt & Courtney
Ao contrário dos outros documentários dessa lista, esse é o que menos fala sobre música. Kurt & Courtney conta um pouco sobre a vida insana de Kurt Cobain e o seu relacionamento com Courtney Love. Já aviso que não é um filme muito feliz, mas vale muito a pena principalmente pra quem curte Nirvana ou quer entender um pouco mais sobre o amor para um dos integrantes icônicos da banda.

Show ‘Em What You’re Made Of
Esse foi com certeza o filme que mais me surpreendeu da lista. Lançado em 2015, Show ‘Em What You’re Made Of conta toda a história dos Backstreet Boys. O início da banda e da carreira de cada um dos integrantes que até hoje continuam juntos. A boyband que influenciou uma geração inteira como nunca visto antes. Sério, é muito amor, assistam!

 

Continue Reading

Weekend Diary 017 Lollapalooza

E o tão esperado evento aconteceu, Lollapalooza 2015! Estou muito feliz com as bandas que eu consegui assistir, os shows foram incríveis! O Jack White fez todo o final de semana valer a pena, lindo demais! Foster arrasou também! Sobre os artistas, só fiquei chateada com o imprevisto da Marina and the Diamonds.

Processed with VSCOcam with f2 preset

   Processed with VSCOcam with c1 preset

Sim estou super feliz e ainda animada com o meu final de semana bombardeado com música boa! Minha única e maior decepção foi o evento em si. Eu já falei aqui como o Lollapalooza era melhor na “época Jockey Clube”. Depois que o evento passou a ser em Interlagos ele se rebaixou, e esse ano conseguiu se rebaixar mais ainda. Já foi mencionado em várias redes sociais, sites, e jornais, como a organização deixou muito a desejar. Começando com o cancelamento do show da Marina. Tudo estava absurdamente caro, e sem falar que a cerveja acabou no começo do domingo! Me explica como que um festival de música patrocinado pela Skol acaba com a cerveja? Isso deixou a galera inconformada. E como se não bastasse, no primeiro dia de evento não tinha como comprar os “mangos” (fichas usadas no evento) com cartões, ficaram sem sinal e só estavam aceitando dinheiro. Tinha TANTO stand de publicidade, mais tanto, que eu desacreditei! Ok ter patrocínios e tals, mas o evento musical se tronou um evento comercial, foi um exagero! Infelizmente o Lolla caiu muito no meu conceito.

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with p5 preset

Processed with VSCOcam with p5 preset

Apesar desses problemas, e da falta de organização, estou feliz com as bandas que eu consegui assistir. Comecei vendo Fitz And The Tantrums, show super animado, melhor forma de começar ume festival! Em seguida fui ver Alt-J, e amei também! Eles tocam muito! As músicas são geniais e super diferentes, não foi um show super animado mas foi sensacional! Depois fui sem querer assitir ao DJ Snake. Não tinha intenção nenhuma de passar pela tenda eletrônica mas fui, e gostei até! Depois fui ver Skrillex e adorei, show incrível! E para encerrar o dia com o melhor show do Jack White. Não tenho palavras para descvrever. Ainda estou tentando superar esse show!

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with b1 preset

O segundo dia começou com The Kooks, lindos demais! Quando acabou fui correndo ver Foster the People. Sem palavras também, é o terceiro show deles que eu vejo e fico cada vez mais apaixonada pela banda. Despois teve o tão esperado Calvin Harris que foi demais também. E no final assiti o começo do show do Steve Aoki e terminei cantando Happy com Pharell Williams!

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with p5 preset

Confesso que estou chocada de ter assistido e gostado de tanto artista eletrônico em um evento de indie rock. Estou com medo mas curiosa para saber como será ano que vem!

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with f2 preset

Continue Reading