5 MÚSICAS QUE VOCÊ NÃO SABIA QUE ERAM SAMPLES PT. II

Você já ouviu falar em sample? É o termo usado na industria da música quando um artista compra o direito de um trecho da música de outro artista para compor o seu trabalho. Temos um post aqui no blog que explica o sample, e com vários exemplos surpreendentes! Graças ao sucesso daquele post, fizemos a parte dois!

FOURTH OF JULY – FALL OUT BOY
Quando eu escuto essa música, a parte que eu mais gosto é a introdução. Todos os instrumentos se complementando até criar a batida marcada da música. Pena que isso não é original dos meninos Illinois. O riff, na verdade, é de uma música chamada Lost It To Trying, da banda Son Lux. Confesso que fiquei triste ao descobrir isso…
(FOURTH OF JULY – FALL OUT BOY, MINUTO 0:00)
(LOST IT TO TRYING – SON LUX, MINUTO 0:13)

YOU GIVE LOVE A BAD NAME – BON JOVI
E o famoso “Shot through the heart, and you’re to blame! Darlin’, you give love a bad name!”, que adoramos gritar, não é original. Sim, Bom Jovi pegou isso da música If You Were A Woman (And I Was A Man) da Bonnie Tyler. Não se trata da mesma letra, mas é exatamente a mesma melodia.
(YOU GIVE LOVE A BAD NAME – BON JOVI, MINUTO 0:04)
(IF YOU WERE A WOMAN – BONNIE TYLER, MINUTO 1:04)

WARNING – GREEN DAY
E nós achando que o Green Day seria uma das bandas limpas de usar samples… Hoje vim provar o contrário com a melodia icônica de Warning, que na verdade pertence a banda The Kinks, com a música Picture Book. Vamos dar créditos aos meninos do Green Day por darem outro sentido e usado esse sample totalmente ao seu favor, mas não podemos ignorar o fato de não ser original.
(WARNING – GREEN DAY, MINUTO 0:04)
(PICTURE BOOK – THE KINKS, MINUTO 0:00)

ALIVE – PEARL JAM
Essa é a parte que todo mundo fica de boca aberta. Sabe aquele solinho de guitarra que a gente espera a música inteira para ouvir? Exato, da música Alive do Pearl Jam na verdade é um sample do solo de She, música da banda Kiss. Existem controvérsias sobre a semelhança das músicas, mas para garantir, o Pearl Jam comprou o sample. E aí, o que vocês acham?
(ALIVE – PEARL JAM, MINUTO 3:39)
(SHE – KISS, MINUTO 2:49)

COME AS YOU ARE – NIRVANA
Você pode não conhecer, não gostar, não fazer ideia do que a banda toca, mas com certeza conhece o riff de Come As You Are. Pois é, esse riff tão icônico ficou famoso seis anos antes do Nirvana lançar a música, quando a banda Killing Joke lançou seu single Eighties. Apesar de Kurt e seus amiguinhos darem outro estilo para o riff e um sentindo totalmente diferente para sua música, não podemos negar a semelhança entre as duas.
(COME AS YOU ARE – NIRVANA, MINUTO 0:00)
(EIGHTIES – KILLING JOKE, MINUTO 0:00)

E vocês, conhecem mais rocks icônicos que não são originais? Deixe aqui nos comentários! Até semana que vem!

Beijos, Luiza!

Continue Reading

5 MÚSICAS PARA COMEMORAR!

No dia 15 de maio, a Jess completou 25 anos! E para ajudar a comemorar, resolvi fazer um posto com as cinco músicas favoritas dela! Enjoy!

GREEN DAY – AMERICAN IDIOT
Não poderia começar essa lista de uma forma diferente. A banda favorita da Jess sempre foi Green Day, e por conta disso, aprendi a gostar também. Como eu consigo escolher uma para falar que é a favorita dela, vou colocar a minha favorita! Ano passado fomos ao show deles juntas, e posso falar que foi um show incrível! Me surpreendi com o talento deles ao vivo. Se você tiver a oportunidade de ir a um show deles, por favor, vá!

TAYLOR SWIFT – RED
Quem conhece a Jess sabe o quanto ela ama a Taylor Swift! Ela é fã da cantora desde a época country dela, e desde então, não passa um dia sem ouvir uma música dela. Eu acredito que a favorita da Jess seja Red, mas não tenho certeza. De qualquer forma, essa também é uma das minhas favoritas, então vale a pena ouvir!

ARIANA GRANDE FT. IGGY AZELA – PROBLEM
Não poderia faltar Ariana Grande nessa playlist! A Jess é fã de poucos artistas pop, mas a Ariana com certeza é uma delas. Também fomos ao show juntas aqui em São Paulo, e com certeza foi um momento único! A favorita da Jess é Problem, ou pelo menos sempre vejo ela cantando bastante quando toca!

FALL OUT BOY – A LITTLE LESS SIXTEEN CANDLES,  A LITTLE MORE “TOUCH ME”
Acho que desde o momento que eu entendi o que é música, a Jess já ouvia Fall Out Boy. É uma banda incrível que eu também sou muito fã, mas a favorita da Jess é diferente da minha favorita. Não tem muito o que falar sobre eles, é só ouvir para entender o quão incrível eles são! Vale muito a pena!

THE KILLERS – HUMAN
The Killers é uma banda que a Jess sempre escuta. É uma banda que eu aprendi a gostar por conta dela. Se você nunca escutou, vale muito a pena ouvir! Eu sempre vejo a Jess ouvindo essa música, e é uma das que eu mais gosto. Eu amo a voz do Brandon Flowers, e sempre quis ir num show deles! Assim que tiver oportunidade, irei com certeza!

Beijos, Cami e happy bday Jess!

Continue Reading

SAIBA COMO FOI O SHOW DO THE KOOKS EM SP

E nesse sábado, dia 12 de maio, aconteceu em São Paulo, o show de uma das minhas bandas favoritas, The Kooks. Apesar de estarem prestes a lançar um novo álbum, eles estão na turnê para o álbum “The Best Of…”, que reúne os melhores hits da banda por toda sua carreira.

O show aconteceu no Espaço das Américas, casa de shows que fica ao lado do metrô Barra Funda. O portão abriu as 19:00, mas eu só entrei lá pelas 21:00. A palavra que eu consegui encontrar para descrever o público é confortável. Todos estavam sentados, conversando, “de boas”. Faltando meia hora, o pessoal foi se levantando, e assim que começou, foi um respeito mútuo, entre todos.

Além dos melhores hits, a banda tocou duas músicas inéditas desse novo álbum, “All The Time” e “No Pressaure”. O que mais me impressionou foi ver que o vocalista, Luke Pritchard, que além de cantar, tocou de tudo: violão – quando tocava “Seaside”, que foi emocionante -, guitarra, baixo, e até piano – para tocar “See Me Now”, música que ele escreveu para o pai.

Tocaram várias das minhas músicas favoritas como “Bad Habit”, “Junk Of The Heart”, etc, que ao vivo ganharam outra forma, ainda mais especial. O que faltou foi cantarem “Down to The Market”, uma música que eu estava louca para ver ao vivo. Dos dois shows que eu fui do The Kooks, com certeza esse foi o melhor. Recomendo muito para quem gosta da banda, eles são muito simpáticos e com certeza ótimos músicos. Uma experiência única!

Beijos, Luiza!

Continue Reading