OS MELHORES DOCUMENTÁRIOS DE MÚSICA NO NETFLIX

Ultimamente tenho assistido vários documentários no Netflix, e a maioria sobre músicos e suas carreiras. Alguns achei um pouco decepcionante, como por exemplo o da Beyoncé que esperava mais da história. Mas também assisti alguns que são geniais, e por isso vim recomendar aqui pra vocês!

Supersonic
O documentário que saiu em Outubro de 2016 conta a trajetória de uma das maiores bandas dos anos 90. Vemos desde o inicio do Oasis, como eles conquistaram a fama, ate a  briga final dos irmaos Gallenger. E na real, a briga nem é todo esse drama que vemos na mídia, e sim um relacionamento comum entre irmãos. Eles mostram cenas de backstage, entrevistas com a banda e vários shows ao redor do mundo. Com certeza um dos meus documentários favoritos.

It Might Get Loud
It Might Get Loud reúne 3 grandes músicos, sendo um dos deles um dos maiores guitarristas de todos os tempos para uma conversa no mínimo educativa. Jimmy Page, The Edge e Jack White, cada guitarrista representando uma geração em um documentário onde eles falam sobre suas experiências e influências na guitarra, o instrumento que simboliza o rock!

Kurt & Courtney
Ao contrário dos outros documentários dessa lista, esse é o que menos fala sobre música. Kurt & Courtney conta um pouco sobre a vida insana de Kurt Cobain e o seu relacionamento com Courtney Love. Já aviso que não é um filme muito feliz, mas vale muito a pena principalmente pra quem curte Nirvana ou quer entender um pouco mais sobre o amor para um dos integrantes icônicos da banda.

Show ‘Em What You’re Made Of
Esse foi com certeza o filme que mais me surpreendeu da lista. Lançado em 2015, Show ‘Em What You’re Made Of conta toda a história dos Backstreet Boys. O início da banda e da carreira de cada um dos integrantes que até hoje continuam juntos. A boyband que influenciou uma geração inteira como nunca visto antes. Sério, é muito amor, assistam!

 

Continue Reading

5 break-ups in music!

Dizem por ai que nada dura para sempre, mas será que é verdade? Bom, pelo menos no caso dessas bandas é. Alguns dos maiores fenómenos da música resolveram se separar. Alguns por bem outros nem tanto, Segue o Random Five essa semana:

1. Blink 182

Foi em 2005 a primeira separação do trio, o vocalista Tom DeLonge saiu da banda após ter brigado com os outro integrantes. Esse término resultou em duas bandas, Plus 44 com Mark e Travis e o Angles & Airwaves com Tom. Ambas são muito boas, mas nunca melhor que o Blink 182. Eles voltaram a ser o bom e velho Blink em 2009, mas no começo desse ano foi anunciado pela própria banda a saída do Tom novamente. Boatos de que foi uma saída pacifica, mas fiquei muito triste com a noticia. Ainda quero ir em um show deles!

2. NSYNC

Essa separação foi o resultado de amadurecimento dos integrantes da banda NSYNC. Uma das boy bands mais incríveis e influentes ever! Obviamente o que mais se destacou na musica foi o Justin Timberlake, e como se destacou! Lance saiu do armário e agora participa de varios programas de TV, inclusive um reality sobre seu casamento gay que é demais, passa no E! O JC Chasez focou em compor e produzir para outros artistas, inclusive ele fez parte da banca de jurados do programa America`s Best Dance Crew. Joey Fatone também participou de programas de tv, entre eles Dancing With The Stars. E por último Chris Kirkpatrick, que ficou no mundo musical e agora tem sua própria banda.

3. Jonas Brothers

Eu fui em um dos últimos shows da banda, eles passaram pelo Brasil e mandaram muito! Os queridinhos da Disney, que passavam a imagem de “santinhos” e puros com suas musicas pop e contagiantes. Kevin, o mais velho, hoje está casado e com uma filinha linda. Ele fez até um reality para o canal E! chamado Married to Jonas. Joe não está trabalhando em nada especifico, apenas curitindo a vida de celebrity. E o Nick está arrasando super! Participou de uma campanha polêmica e sensacional da Calvin Klein, e lançou mais um album solo que estou viciada.

4. The White Stripes

Depois de mais de 10 anos de banda, o ex casal, Meg e Jack White se separaram e colocaram um fim na banda The White Stripes. Não foi por briga, nem problema de saúde, nem falta de vontade de tocar. Meg White começou a ter crises de ansiedade nos últimos shows, e ela resolveu acabar com a banda, justificando que era melhor encerrar um trabalho incrível ao invés de extender e correr o risco de arruinar tudo. Não tem como discordar, era um trabalho maravilhoso mesmo, mas hoje Jack White continua arrasando em sua carreira solo. Não vejo a hoje de chegar o dia do seu show! #chegalogololla

5. The Beatles

É claro que não posso deixar de mencionar os pais do rock nessa lista. Por problemas interno na banda os integrantes resolveram parar de tocar. Infelizmente, essa decisão foi fatal, sem a menor chance de uma reunion acontecer, por conta do terrível assassinato do integrante John Lennon. George Harrison passou a falecer também após ser diagnosticado com um cancer incurável. Felizmente Paul McCartney e Ringo continuam trabalhando com música em carrearias solo.

Continue Reading